.

Friday, July 27, 2007

Tinha que ser dito (Um conto)





Ele pediu pra ela não ir embora e ela disse que não ia.






Era só um sonho.Foi tão rápido, mas pareceu uma eternidade.Ela esperava o dentista chamá-la, e enquanto não chegava sua vez ela lia revistas antigas que sempre estão lá nos consultórios dos dentistas.Foi quando por um minuto imaginou.
Estava dentro de um táxi, com uma calça jeans e uma blusa estampada de vermelho.Os cabelos estavam presos por causa do vento, ela parecia ansiosa.E foi ai que o moço do táxi disse “chegamos”.Ela sentiu o coração acelerar,pagou o taxista, pegou sua pequena mochila e respirou fundo.
Em um flash estava no elevador, a porta se abriu e lá estava o apartamento 09.Decidida, apertou a campainha sem nem pensar muito.Ele abriu a porta, surpreso.E ela disse.
- Eu sei que é loucura, eu sei que você não vai entender nada.Mas eu te amo.Eu não quero casar , nem ter filhos nem ser feliz com você.Eu sou apaixonada por outro, é com ele que vou casar, ter filhos e ser feliz, mas é você que eu amo.E eu tinha que dizer isso hoje pra você, porque se não fizesse isso, eu não ia conseguir mais nada.Então é isso.Eu te amo.
Deu as costas, e já ia entrar de volta no elevador quando ele perguntou aonde ela ia.
- Vou pra um hotel.Meu vôo é amanhã de manhã cedo.Só vim aqui mesmo lhe dizer isso.
Até então ele não estava surpreso.Conhecia ela o suficiente pra saber do que os seus impulsos eram capazes.Mas quando ela disse que ia embora ficou surpreso.A maluca era realmente maluca...Atravessar o oceano pra dizer a ele que o amava, quando seu casamento era dali a 3 dias...Ele pediu pra ela não ir embora.Mas ela foi.

3 comments:

moça da janela said...

vei vai tomar no meio do seu



























olho...poha vc sabe que eu tô sensível e ainda escreve uma porra dum texto lindo desse sendo q ue vc nem bota um felzez pra sempre nesse caralho...e eu fico aki imaginando mil finais pra historia...ah...keka...me poupe...poha!!

me retei agora...me retei...vou dormi!!!

Naeno said...

LUIZA

O teu olhar
É a prova definitiva
Da existência de Deus.
E é bom saber
Que Ele está do meu lado
Olhando a mesma paisagem
Perdidamente encantado
Olhando os olhos teus.

O céu existe,
No negro dos olhos teus
Que sobre o claro da face
Sorri olhando pra rua
Pra mesma rua
Em que passo comovido
Plenamente convencido
Da existência de Deus.

E eu, ateu,
Vou me enchendo de fé
Ao ver-te celestial
Morando na minha rua
Mais parecendo um anjo
Que me acena um adeus.

Se Deus quiser,
Teu lindo olhar, negra luz
Vai me seguir pela rua,
Da esquina em que fltutuas
Me fazendo crer em Deus.

Um beijo
Naeno

Mário Franco said...

'Amar amar amar...perdidamente....'


FLORBELA ESPANCA (poétiza)