.

Friday, July 27, 2007

E afinal , eu sou quem?

Não.Não é mais uma crise de identidade.Ao contrário.Acho que finalmente sei quem sou.O que horas dentro de um ônibus não fazem com uma pessoa certo?
Bom.Sou Érika Cotrim, tecnicamente falando.A menina que cresceu numa redoma, um dia saiu dela, e caiu e machucou o joelho por falta de proteção ...Mas em compensação sentiu o cheiro de ar livre...Voltou pra sua redoma, mas de vez em quando (bem de vez em quando mesmo!)foge de lá e dá umas voltinhas aqui fora.Isso tudo tecnicamente falando, é claro.
Sou a srta Pecinha de lego, a que vos fala.Uma mentirinha contada com bastante verdade.O joguinho desmontável, e eis ai uma questão bem filosófica...Posso me quebrar milhões de vezes, mas estou sempre pronta a me transformar numa nova forma.Não que eu seja volúvel ou não tenha personalidade.Creio que não é o caso, mas acho que tenho uma força estranhíssima.E engraçado, enquanto escrevo esse texto me vem idéias na cabeça e cá estou pensando em várias músicas.Mas deixe-me seguir.
Sou a Flor de Cerejeira (Sakura), a simbologia do Japão, e toda a efemeridade e força dos samurais que arriscavam a própria vida por uma causa maior.É...acho que sou assim também.
Eu sou bem mais que nomes e definições.Eu sou bem mais que a Keka, Quinha, Erikinha, Lôra, Anja, e todos esses outros nomezinhos que me chamam e eu atendo.Eu sou música alta em tardes de domingo sem graça, sou banho de piscina quando ta calor, e de chuveiro quente quando ta frio.Eu sou madrugadas perdidas na frente do pc, livros praticamente devorados.Sou fotografias antigas, sou um joelho dolorido, e um cabelo comprido, e sou um monte de usos espalhados pela cama, e um travesseiro fofo, e sou um monte de chinelos.
Sou sorrisos sinceros, sou cds espalhados por todos os cantos do quarto.Sou vontade constante de comer doce, e beber coca-cola,sou sono dentro de ônibus, sou saudade de quem ta longe e quem me faz bem.Sou vontade de ta junto de quem está perto, sou crise de riso nas piores horas.Sou medo de perder quem amo.
Sou mal humor quando acordo, e quando to com fome.Sou um sonho, não o de padaria, mas o meu próprio sonho.Sou a vontade de me formar e de não decepcionar.Sou a presença da ausência.Sou os meus textos, sou eu mesma e sou o meu rosto contra o sol.
Sou quase tudo o que queria ser.E quase nada do que quiseram que eu fosse.Ou seria o contrário?

1 comment:

moça da janela said...

Vc é grito no msn, vc é o conselho na hora certa(ainda que seja um conselho errado), vc é a surra qdo eu faço burrada e o "super" quando eu acerto, vc é o apoio em plena ressaca moral, vc é o choro no estacionamento do inferninho, é a risada no meu "keka, eu vomitei pelo nariz".

VC É TUDO O QUE ALGUEM PODE QUERER, TUDO O QUE POUCOS TÊM, TUDO QUE OS QUE TÊM QUEREM TER PRA SEMPRE....

E EU SOU ASSIM...LOUCA POR VOCÊ..(isso ficou meio homossexual)...TE AMO!!!