.

Wednesday, August 10, 2011

Better Man ( 2007, nostalgia e estou de volta)

No texto anterior, eu andava confusa, e cheia de caraminholas na cabeça. Isso não é novidade porque desde que eu me entendo por gente eu sou assim. Só que hoje, decidiram por mim. E eu resolvi que cansei disso, de me darem opção e depois tirarem. E resolvi que assim que quer, assim será. E cansei de falar metáforicamente como se ninguém soubesse que esse blog fala sobre mim, sobre minhas confusões e sobre meus dramas. É! É isso mesmo. Eu estava tentando fingir que tinha virado uma mocinha. Virei coisa nenhuma. E digo mais! O motivo desse texto estar sendo escrito é porque hoje, e olha só que engraçado, justo hoje, fiquei nostálgica. Lembrei do tempo em que eu e todas as minhas amigas sofríamos pelas Ruínas de Santa Cruz e sem ter mais o que fazer, atravessávamos a ponte e íamos nos curar. Eram tempos difíceis, eram dias árduos, todo mundo era "infeliz", mas foi a melhor época de nossas vidas, e se alguém vier aqui e disser que não foi vai tá mentindo.O outro motivo desse texto estar sendo escrito é porque minha amiga Colombina, lembram dela? Resolveu postar a música Better Man, do Pearl Jam. (Clica no link que tem ela toda traduzidinha pro caso de você ser tão ogra no inglês quanto eu). Dai que essa música bonita significa muito pra Colombina, mas significa pra mim também, muito provavelmente por motivos completamente diversos.Isso porque ela é boa em entender o que a música quer dizer sem dizer, e eu ultimamente ando boa em entender o que é dito mesmo. E no caso, é isso. É exatamente isso...Ao pé da letra. Em outras palavras, a vida segue, porque não tem jeito, tem que seguir. Em outras palavras, viva 2007, porque a história aparentemente se repete, e se é isso mesmo, eu sei que por pior que esteja agora no final tudo fica bem. Tequila moço, porque agora eu sou formada e a fase de vinho de quatro reais do salobrinho passou.  Bons Drink.

"Memories back when she was bold and strong
And waiting for the world to come along...
Swears she knew it, now she swears he's gone
She lies and says she's in love with him, can't find a better man..."

3 comments:

Janaína Conceição said...

Eramos "infelizes", reclamavamos muito de muita coisa, até de nós mesmas. Continuamos "infelizes", eu acho. Porque se a gente um dia se achar feliz o suficiente acabando deixando de procurar a felicidade.
No mais, sinto que seremos sempre saudosas... isso sim. Cada uma toma seu caminho e fica guardando na lembrança tudo que foi bom, esperando que seja bom novamente (ou melhor).

O Impenetrável said...

querida, gostei muito do seu post, e acho seu blog uma maravilha pois nele há espaço para o desabafo, um exercício de aprendizagem super válido, o registro da sua evolução e maturidade perante o mundo.

Grande beijo. :)

ॐ Semente do Sol ॐ said...

Acho que mais do que pensar que nos achavamos infelizes, é pensar que hj tbm somos felizes... pq só saber que somos felizes depois??? que graça tem isso??? Eu fui feliz, vc foi feliz... e eu tive momentos tristes e vc tbm, cada uma com sua intensidade em seu devido momento!!!! Fui feliz, sou feliz... e as vezes fico triste... e batalho pra estar feliz de novo!!! " A grande mágica da vida, é estar entre pausas e entre virgulas" E viva sempreeeeeeeee!!! Viva nosso eterno aprendizado, e digo mais, viva esse grande amor que temos pela vida!!! E viva nossa felicidade, mesmo que repleta de agonia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Um grande abraço loraaaa!!!

p.s: se filosofei demais a culpa é do suco de laranja!!!!