.

Monday, December 07, 2009

Adeus você

Acabou de vez. Dessa vez assim, quando tudo quebra, quando a gente perde o tempo e o chão, vira mesmo catarata. Acaba com o que havia, com o medo, acorda pra vida. Aceita a condição, admite os fatos e pula. Pula assim sem medo, deixa a vida seguir sem se prender e o novo é tão novo quanto dolorido. É assim que acaba. Em lágrimas. Não de arrependimento, mas daquela sensação de fracasso, de preguiça de ter que começar tudo de novo. É assim que acaba.

"Adeus você
Não venha mais me negacear
Teu choro não me faz desistir
Teu riso não me faz reclinar
Acalma essa tormenta
E se agüenta, que eu vou pro meu lugar"

4 comments:

Colombina said...

Digam amém...



AMÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉM!!!
\o/

Mel Andrade said...

"Eu sei, não é assim... mas deixa eu fingir e rir?"

Laíze said...

RÁ LE LU IA!
Jah rastafarai



amém.

Iulo said...

Resolutiva, hein