.

Saturday, June 06, 2009

"Quando a luz do poste não acendeu"


Esqueçam o último post. A morgação não passou, fato. Mas eu me obriguei a não parar. O resultado foi tomar martini com azeitona, passear por metade de Itabuna, achar um bar legal, beber , dar risada , ser cantada por um idoso (mais uma vez), não ficar bêbada e perceber no final das contas que mesmo no limbo a neblina em noite fria é linda.

"Qual, qual de vocês não acha belo quando ela desce, quando ela deixa tudo translúcido?"


Ao som de Nando Reis, com a janela aberta e um trident de canela.

2 comments:

Colombina said...

Vc devia ter aparecido lá!
Perdeu uma ótima oportunidade de engajar no meu lugar!

Lost Samurai said...

Seguindo sem rumo, sem planos, exceto a idéia fixa de fugir de si mesma. Que surpresas podem se esconder no meio da densa neblina dos teus pensamentos? Aprecia a beleza da incerteza, teme o incerto. Muito energético e cafeína para você. rsrs

Beijos!