.

Tuesday, April 17, 2007

A fuga


Um dia ela acordou e viu o que sempre esteve tão claro: ela tinha que sair dali.Ir embora.Deixar a inércia.Ela não sabia pra onde ir,mas fez as malas.Não levou a caixa com fotografias,os anéis,e a agenda telefônica.

Pegou um ônibus.Chegou na prai e quando viu o mar ficou tão deslumbrada que chorou.Chorou muito.Pensou em todas as coisas que haviam acontecido nos últimos meses...A faculdade,o fim do namoro,o anjo,o principe,o teatro,o fim e a saudade.A saudade que não passava.A vontade de desistir e de gritar.Os litros de vinho e as cartas.E agora ela estava ali...Livre.Em frente ao mar com suas lágrimas.

Viu as crianças correndo pela areia e viu o por do sol e o céu daquela cor de "por do sol na praia"

Enxugou as lágrimas e voltou pra casa,e jogou a caixa de fotografias pela janela.

5 comments:

Janaína Conceição said...

Eu amei!

Coisas q sempre tive vontade de fazer...sair sem rumo, para num lugar calmo onde só houvesse meus pensamentos e eu....

Mas me batei a duvida: essa "ela" é vc?

Pq se for vou te dar um cascudo por ter vindo na praia e num ter ligado pra mim e talz...tudo bem q era um momento só dela...mas...ah! bobagem!

Beijo

Te adoro!

Laísa Eça said...

acho que entendi a parte do vinho...

o_O

tah bom, isso foi só p não falar que fikei perdida nesse post!

edson said...

O q foi isso???Q crise é essa???Parece uma outra pessoa q eu conheço...

Pô,sacanagem jogar a cx d fotografias fora...

Era vc a moça da história???Se for...

Deixe de td isso e vem pra Cambuí...ñ terá nada disso aí,nem choro,nem vontade d gritar,nem tanto vinho,nem praia,nem pôr do sol deslumbrante,mas terá algo melhor:EEEEEEEEUUUUUUUU!!!!!!!rssssss

BJS,Érika Cotrim

P.S.:História triste e solitária...só faltava uma Tsunami vir e acabar de vez c/a moça...
Uhauhauhuahauhauhauhauaha

Laísa Eça said...

keka...

acho que tô ficando louca!!!

*olhar blog*

Viviane Heleno said...

Achoq ue todos precisamos de um 'por do sol na praia' para jogar a caixa de fotografia fora !!
(:

beeeeeeeeijO Keka, simplismente amei o post.