.

Monday, December 08, 2008

O dia que eu resolvi resolver.

"Se acontecer de não chover
Levo a você ese dia de sol e mar
Mas se não for e o céu cair, amor
Ficamos aqui nessa aventura de romper as horas
Dentro, fora
Mundo que vejo, que ouço
Que sinto, que bebo
Que passeio, que permeio
Dentro, fora
Todas as flores e víceras
Tantas notícias
As coisas mais íntimas
E mais públicas
Cada precipício pode ser
O fosso do edifício
E tudo que é dificíl pode ter
Um todo mais bonito
Se não chover e acontecer da gente se ver
Nesse dia de sol e mar
Vamos sair, mas se o céu desabar
Ficamos aqui nessa aventura de romper as horas
Dentro, fora...
Cada precipício pode ser
O fosso do edifício
E tudo que é difícil pode ter
Um todo mais bonito
E tudo que avisto é tudo isso
E tudo que insisto é tudo que preciso
Dentro, fora
Todas as flores e vísceras
Tantas notícias
As coisas mais físicas
O nu..." (Pedro Morais, Tantas Noticias)

E afinal de contas cara pálida, pra que ter medo mesmo? Se joga Pintosa!
Pra você, caro leitor que acaba de chegar e não tá entendendo porra nenhuma, aqui estou pra explicar o inexplicável. Parafraseando meu amigo e diretor Hencafil "Sabe quando as pessoas resolvem de uma hora pra outra ligar o foda-se para as convenções e conselhos e medos e coisas que as impedem de fazer o que bem querem (leia-se virgúla)? Pois é. Bem assim."
Dando um panorama geral: Depois de ter ido, voltado e ido de uma vez por todas resolvi parar.Depois da conversa que envolveu a frase : " você viaja demais em uma coisa que nunca vai dar certo" e da frase : "Nossa, venha mesmo" depois de uma foto que , digamos, tenha me favorecido, eu resolvi que não ia pra porra de lugar nenhum e que odeio sotaque de roça. Depois de horas de conversa sobre o nada e cartas trocadas resolvi que não quero mais café da manhã e filosofia depressiva.Depois de horas ouvindo blues, depois de uma madrugada inteira de chuva, depois de milhares de telefonemas, depois de várias negações, depois de vários motivos pra dizer não eu resolvi que tava na hora de esquecer rótulos, de mandar pro escambaú diferenças e me jogar .Depois de tanta coisa, tantos altos e baixos. Eu quero jogar fora a minha coleção de canalhas. Desarrumar a tal gaveta do passado. Mandar pro inferno quem não quer saber nem um pouquinho sobre as minhas unhas roídas,quem não sabe nada sobre minha dor no joelho. Mandar embora quem não sabe como é bom dormir no meio de um filme cult. Esquecer as coisas que me prenderam por anos. Acabar o inacabavél com uma coisa sem começo. E que assim sendo, não tem nenhuma obrigação de ter fim.

Fui clara?

9 comments:

Amanda Maron said...

Pra mim isso só tem um nome:
NAMORO

E pouco importa o que vão dizer, dormir de conchinha não será resenha unicamente minha e do seu querido diretor. rá.

Natália Mendes said...

Tem um texto que acho bem legal:

"Às vezes a gente vai-se fechando dentro da própria cabeça, e tudo começa a parecer muito mais difícil do que realmente é. Eu acho que a gente não deve perder a curiosidade pelas coisas: há muitos lugares para serem vistos, muitas pessoas para serem conhecidas."

Caio Fernando Abreu


Tenha um bom dia!

Colombina said...

Sim sim gatchênha...

E pare de parar de fazer sexo, só pq eu liguei pro seu celular. Larga de ser mongol...

Rá!

α мσςα đα נαทєℓα said...

Pra mim isso só tem um nome:
NAMORO [2]


Sem mais delongas.

Lost Samurai said...

Tomando decisões pequena boneca de porcelana? E melho ainda, sem emdo de se quebrar? Como estão as coisas. Isso é bom. Poderia chamar de a evolução da espécie.
kkk
Beijos!

Náhira Brunelle said...

"se joga"... ou no paraíso ou dentro do poço..
se o poço for muito fundo, reúna amigos para te ajudar a sair! E se for o paraíso... divirta-se ^^

ótima semana pra ti!
bjO

Hencafil said...

sabe quando uma pessoa tá namorando mas não quer assumir ainda que está mesmo gostando desse suspense que fica na duvida de "ta ou nao tá"? pois é, keka tá namorando! (eu digo mermu)

BoLaS said...

NAMORO (3)

aderi ao coral


hehehe

Izabela Hudson said...

Pouco tempo que a gente passa looOOOnge e já está assim, sem conhecimento dos fatos?! Eu hein...Sinto que perdi muita coisa! rs
Mas é isso, se jogue,criança!! E seja feliz..sem medo!