.

Friday, October 10, 2008

Então que eu tenho um monte de coisa pra contar, escrever, desabafar, colocar pra fora. Mas sei que se eu fizer isso agora vou deixar a bola cair, e eu não vou chorar, você não vai chorar , ninguém precisa chorar.Ou seja, quando a coisa ficar muito, muito,muito fodástica e eu não tiver mais como aguentar eu escrevo, tá?Por hora vou memear! O Igor me passou esse Meme outro dia, mas eu tava sem foto minha de quando era criança. Aliás, ainda estou sem foto minha aqui, mas resolvi não enrolar e postarei assim mesmo. Eu ainda to com a mesma cara que a 15 anos atrás, não se preocupem.
Bom, esse Meme eu vou indicar pro Duh, o arquiteto de emoções.
Lá vamos nós:
Colocar o link de quem lhe indicou para a brincadeira;
-escrever um texto sobre alguma lembrança de sua infância;
-postar o selinho do meme dentro do artigo;
-se possível, colocar uma foto de quando era criança ou adolescente;
-chamar cinco amigos ou mais para brincar também.

Bom, tenho várias lembranças da infância, pra começar que eu era neta única, filha única, tudo única, dai vocês podem logo sacar que eu era uma criança mimada, mas ainda assim dizem os meus primos mais velhos que eu sempre fui um doce...rsrsrs. Quando criança eu me amarrava em brincar de barbie, e sempre conversava sozinha no espelho, fingia que era algum artista ou coisa parecida. Numa dessas vezes, resolvi que eu era a Madonna. E super peguei o som de mames, um cd da diva, salto alto também de Mames e não sei como achei que biquini de bolinhas rosa e short verde cana eram a roupa perfeita pro show.Bom..mas ainda faltava alguma coisa. Maquiagem. Peguei também na gavetinha de coisas proibidas lápis de olho, blhus e batom vermelho. Passei batom,´blush, e fiz uma pintinha com o lápis. Toquei a dançar, escandalizar, cantar nao me lembro o que , e eis que mames entra no quarto e vê aquela cena. Bom, no susto desequilibrei do scarpam preto de Mames e pluft! Cai que nem uma jaca. Levei uma bronca homérica e fiquei um dia sem ganhar revistinhas da turma da Mônica.
Outra arte que eu fiz foi cortar minha própria franja. Ficou uma graça. Pense no xororó..era eu. Aos 7 anos de idade. Depois comecei aprontar mais quando minha prima Belle nasceu. Eu morria de ciúmes dela, e ai já viu né?Bom..é isso. Não sou nem maluca de contar coisas maldosas da infância, porque afinal eu tenho uma reputação a zelar!
É isso!
Ahhh!!! Lembrei. O Igor me deu tbm um selinho..adoro selinhos...

Vou indicar pro Duh, e pra Cristal, a Louca, caso ela goste também! Beijos!



3 comments:

·٠•●ą мσçą dą ﻝąиєℓą • said...

Sem inspiração para comentários.. depois leia no meu blog sobre como eu era um bujão de gás afrodescendente!!

beijomeliga

Igor Garcia said...

Minha imaginação de vc com salto alto, calça verde e top de bolinha rosa, e sua queda monumental, vc estava vestida de bananeira! ;-)

E por mais que vc tente me convencer, eu duvido que vc com 7 anos tem a mesma cara de que tem agora!!

Porra tinha que colocar uma fotinho né Erika? Nem que seja de um desenho de si mesma!!

Bjs n'alma!

Colombina said...

Pior eu que dançava "É o Tchan"!!

E lembro as coreografias até hoje...