.

Thursday, August 02, 2007

Sobre muitas coisas: anjos, sapas,sakura, felicidade, direito de nao escolher.

Acho que esse post vai ser enorme.A srta Pecinha de Lego aqui tem muito o que falar, então se estiverem com muita preguiça agora passem mais tarde, caso contrário..ai vou eu!
Pra começar andei uns dias meio fora do ar, problemas comigo mesma, sem saber como agir, essas coisas que sempre acontecem comigo de vez em sempre.Mas hoje tô feliz, depois de várias noites tendo sonhos horrorosos, depois de ter medo de dormir consegui não sonhar essa noite, não que não sonhar seja bom, mas já é um começo.Então...Tô feliz porque consegui dormir, tô feliz porque tenho uma asa de anjo nova (linda, dourada, cheia de pedrinhas e eu vou leva-la pra sempre perto de mim ), porque tenho chocolates, porque tenho uma sapa chamada Cida que é a coisa mais fofa do universo das sapas (sim, existe um universo dos passarinhos, dos gnomos, dos pinguins de geladeira, e mais recentemente foi criado por mim um universo das sapas).Porque tenho fotos da Sakura, porque tenho uma caixinha do sedex e principalmente porque tenho uma pessoa linda e muuuuuiiito , muuuiiito importante pra mim por perto, mesmo que esse perto seja bem longe.E isso é uma das coisas que quero falar.Como as pessoas que tão longe podem tá perto, como a gente pode ajudar as pessoas sem saber que tá ajudando, como a gente pode se ajudar sem nem mesmo perceber, e como as pessoas se tornam importantes pra gente de um jeito meio..."Pluft!".Isso...assim, sem que a gente espere aparecem uns anjos assim, que estão sempre preocupados com a gente, se estamos bem, se estamos sorrindo,sem esperar nada de nós.
Tem também aqueles anjos que moram longe, mas mais perto do que os que estão bem longe (isso ficou confuso, mas to falando de vc Jana!), e que passam o dia com a gente no msn, tem aqueles anjos que estão perto pra mandar a gente pra PQP e dar bronca e dizer pra gente bater tudo no liquidificador, os anjos que jogam dominó e perdem pra gente, os anjos que não dão noticias por meses mas que a gente sabe que tão lá, os anjos que nos chamam de doida...Os anjos.Mesmo longe a gente tá perto.Eu não sabia que era possivel, até o dia em que vi estrelas e lua na varanda com um anjo que toca bandolim, e isso faz tanto tempo...
Eu quero falar também sobre o que eu acho que aconteceu.Eu acho que desistiram de mim, e eu não posso fazer mais nada, mesmo achando isso muito, muito, muito triste.A escolha foi minha e eu já ouvi isso uma vez.Mas o que eu não disse foi que minhas escolhas foram feitas com base nas atitudes e escolhas de alguém.E o que eu posso fazer agora? A fase das lágrimas já passou.Meu choro não te fez reclinar e o teu riso...bem o teu riso não me fez desistir, pq eu já escolhi escolher.E agora eu só posso esperar que as coisas aconteçam, não importa que coisas sejam essas.E eu só posso DEIXAR que as coisas aconteçam, pq eu tenho esse direito também de não escolher .E eu tô escolhendo não escolher.
Me disseram pra ir vivendo, e eu tô fazendo isso porque dar tempo ao tempo agora não adiante.Nunca funcionou comigo isso de dar tempo ao tempo.E eu não queria ser "perdida".Eu pedi, "não me perde não".Mas eu acho que não fui atendida,ainda não fui embora, mas não sei até quando ficarei.E isso é tudo por hoje!


nota mental : eu tbm tenho um elefante chamado Jonhy Gueri-Gueri.

3 comments:

Senna said...

Olá Peçinha! Depois de tantos anos de vida eu ainda erro muito, luto muito para quebrar os paradigmas que fazem parte do que podemos chamar de "verdades universais do amor", sob todos os significados. Já deu para perceber que pensas de maneira semelhante a mim nesse sentido. O que posso lhe dizer é que por muitas vezes você ainda vai se sentir assim. Nunca pense que "desistiram" de você. A vida é assim mesmo, cheia de escolhas e o mais importante de tudo é que elas sejam tomadas por que queremos e não por que tentamos agir de acordo com as escolhas e atitudes dos outros. Já fiz isso e sei o quanto não faz bem. Além disso, nunca arrependa-se de nada. Estamos nessa vida por que precisamos aprender com essas situações. Desvencilhar-se de alguém sempre doerá por que não existem duas pessoas iguais: as dores são diferentes, a saudade é diferente... tudo é diferente. Siga com sua vida sem deixar que ela te leve, por que as escolhas serão sempre importantes. Ah.... lembre-se que para toda peçinha existe uma outra que encaixará perfeitamente.

Silêncio de Chumbo said...

o bom da vida é quando os anjos aparecem do nada.....

voltou a toda hein!

beijos

moça da janela said...

eu te amo....

adoro os seus textos...porque eu sei que neles você coloca todas as suas emoções...que são sempre lindas e emocionantes(eu sei que essa poha ficou redundante mas vc entendeu)...eu num tenho uma sapa chamada cida, nem um elefante chamado johny gueri-gueri, nem, ao menos, uma tartaruga chamada boris....mas eu tenho uma linda flor de cerejeira chamada keka...e isso me basta!!

=)