.

Monday, August 06, 2007

Mais um dos meus textos confusos!


Era uma vez eu escutando Bryan Adams e Paco de Lucia, precisamente a música "Have You Ever really Loved a Woman?", que por acaso é a canção tema do filme Don Juan de Marco.Pois bem, era uma vez eu ouvindo essa música compulsivamente, no maior tédio do mundo, pensando besteira e olhando para Tom.De repente comecei a pensar em tudo o que aconteceu, na carta que escrevi ontem e que não mandarei, e em todas as cartas que escrevi e que nao mandarei.Mas a música diz que para amar uma mulher "vc precisa dar-lhe um pouco de confiança,segura-la bem apertado, Um pouco de ternura, precisa tratá-la bem ."Talvez a confiança não tenha sido o bastante, e eu fiquei horas pensando onde foi que errei, pq eu sempre quis que tudo fosse o mais perfeito quanto pudesse ser.Descobri, ou pelo menos disse para mim mesma que não fui eu quem errou.Não foi ninguém.As coisas só não sairam do jeito que planejamos, sabe-se lá porque.Talvez por falta de paciência, mas não temos culpa de sermos impacientes...Todo mundo sabe amar.Algumas pessoas apenas não querem amar,ou melhor não tem coragem, mas um dia elas aprendem que é preciso fazer o que tem que ser feito.Eu já tive medo também, mas um dia me vi sozinha e vi que a solução era só isso.E ai era uma vez eu ouvindo Paulinho Moska, o cd que ele fez pra mim...A música "não devia se chamar amor", a faixa 3.Ele diz que o amor podia ser chamado de várias coisas, mas poderia simplesmente não ser chamado "para não significar nada e dar sentido a tudo".E isso responde a todas as questões quando eu disse que não importa mesmo a forma de se expressar, desde que se demonstre.
Era uma vez eu escrevendo nesse blog e ouvindo música,era uma vez um coração que precisa ser cuidado e uma chave guardada para quando tudo se acertar.Se um dia for acertado.

4 comments:

moça da janela said...

acertar talvez não seja a questão porque as vezes nós acreditamos que estamos fazendo a coisa certa e ela está completamente errada...no final das contas acho q o ideal num eh acertar, nem errar...eh deixar acontecer!!

escrever frases bonitas eh legal...

=]

Colombina said...

todo mundo sabe amar!!
so resta acertar a pessoa que está disposta a te amar! eu quero poder fazer dessa música minha trilha sonora um dia....um dia quem sabe!!!

a sobre errar...
a gente sempre tem a oportunidade de voltar, se houver sinceridade!
poxa...tô começando a cansar de te falar essas coisas!!

hauahuahuahuhauahuuahuahuahauuhuah!

te amo!!

Senna said...

De confuso, o texto não tem nada. Não existe coisa qualquer que seja mais complicada do que o amor. Se certo, se errado, de nada importa. O importante é que se viva, quando possível, até o extremo, até não aguentar mais. Todos são diferentes e com certeza, até aqueles que lhe pareceram ruins, errados, duvidosos, bem lá no fundo terão sempre muito a lhe ensinar.

Senna said...

Eu e meus mil posts! Lembrei de um poema que escrevi um dia... achei que deveria coloca-lo aqui para que lesse:

"Pobre daquele que nunca sofreu por amor
Que nunca gaguejou sentimentos sem palavras
Que nunca suspirou por um cheiro amado
Pobre daquele que não sabe o que é amar
Que nunca pensou em ser abraçado por um beijo
Que nunca sentiu palpitar o coração por um olhar
Pobre daquele que nunca amou,
Por que deste mau
Todo homem deseja padecer"