.

Monday, July 16, 2007

Carta.

Eu já disse um monte de vezes que sou carente.Gosto de ser mimada.Quero atenção.Mas cansei.Cansei de fingir que tô muito bem, obrigada.Vontade de sumir.Sumir assim: Pluft!Fazer como as vezes fazem comigo.Desaparecer até que alguém sinta minha falta.Se não sentirem será realmente frustante.Mas e daí..a gente supera.E as pessoas insistem em me dizer que a conversa é sempre o melhor caminho.Mas esse caminho já conhece meus sapatos bem demais.Eu vou embora antes que seja tarde demais e eu me perca em meio a tanta frieza.Sim.Faz frio aqui aonde eu estou.Essa caixa não é grande o bastante pra guardar todas as minhas recordações.Minhas lembranças são eternas e não tenho mais como não comparar, pro bom e pro ruim.Me escreveram uma vez : "Faça com que sua ausencia seja grande o suficiente para que sintam sua falta, mas não grande o bastante para que percebam que podem viver sem você".Na época eu não achei que a frase fosse me servir.Pelo menos é mais sutil que "Quem não da assistência dá espaço a concorrencia."...Não , não...sutileza comigo não funciona.Ou melhor, comigo até funciona e muito bem, mas não pareço saber emprega-la quando se trata de fazer com que enxerguem o que quero dizer.Cansada demais para desaparecer e para escrever o que a principio devia ser uma carta, ponho um ponto.



:. If it were going to be of lie was better not to be. :.

2 comments:

ÍCARO GIBRAN said...

Lindo texto. Mas acho que não cpmbina com as postagens anteriores, e com seu estado de espírito até ontem. Mas como a vida muda de um instante parao outro, é essencial que estejamos preparados para as maiores surpresas. Ainda que estas surpresas surjam de nós mesmos saberemos com agir com coragem, e não fujamos. No fim seremos corajosos por enfrentar um caminho que parecia escuro, o caminho que leva um túnel que tem sim luz em seu fim!

te adoroooo! Bjinhuxxxx

Janaína Conceição said...

Keka,

acho que posso falar com a certeza de alguém que sabe o que você tá sentindo. Te direi a mesma coisa no msn: "vc tá feliz?" " vale a pena". Sei que em momentos assim a gente nunca consegue responder a essas perguntas, mas eu acredito que a melhor solução é jogar tudo pro alto, colocar as cartas na mesa e decidir juntos o que é certo. Será que o que você quer é o mesmo que ele??

Te adoro!!

Tô aqui!

Beijo